Anuncio

Glêdson Bezerra não comparece à Audiência Pública sobre a Viametro

Enquanto vereadores discutiam o pedido de subsídio, empresa aumentou a tarifa


Foto: Divulgação

Agência Cariri Ensi

Nesta quarta-feira (8), aconteceu na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte uma Audiência Público sobre a questão do transporte público no município. Mais uma vez, o não funcionamento e o subsídio requerido de mais de R$ 1 milhão da Viametro foi o centro do debate entre os vereadores, que contou com a participação de representantes da classe trabalhadora e estudantil e até do ex-prefeito Manoel Santana.

Novamente, os apoiadores da empresa na Câmara defendem que pagar o subsídio é essencial para que os ônibus voltem a circular, enquanto os contrários continuam fazendo críticas ao serviço prestado e ao valor do subsídio pedido pela Viametro, que poderia ser usado para ajuda a população. Representantes dos trabalhadores e dos estudantes se posicionaram contra a empresa, destacando suas dificuldades com o funcionamento dos ônibus e pedindo tarifa gratuita no município.

Falando nas tarifas, a Viametro aumentou o preço da tarifa intermunicipal. O valor de R$ 2,75 cobrado para Juazeiro, Crato e Barbalha aumentou para R$ 4,00 e Missão Velha, que antes era R$ 3,00, subiu para R$ 5,00. Tudo isso com menos ônibus funcionando nas frotas.

Um dos nomes mais requisitados na ocasião, o prefeito Glêdson Bezerra não compareceu à Audiência Pública para se posicionar sobre as exigências da empresa.

Postar um comentário

0 Comentários