Anuncio

Bolsonaro é intimado pela PF a depor sobre vazamento de inquérito que investiga ataque ao TSE

A data para o depoimento ainda não foi divulgada

Legenda: Presidente ainda não se pronunciou sobre assunto
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro foi intimado pela Polícia Federal para depor no inquérito de investigação sobre o vazamento de documentos sigilosos com informações do suposto ataque ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2018. A informação foi divulgada pelo portal G1, na tarde desta terça-feira (14).

A data para o depoimento ainda não foi confirmada. O presidente e o Planalto ainda não se manifestaram sobre a intimação. 

Em 4 de agosto, o presidente divulgou nas redes sociais a íntegra de um inquérito da Polícia Federal que apura suposto ataque ao sistema interno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2018. Na época, o próprio tribunal, informou que as informações não representavam nenhum risco às eleições.

INVESTIGAÇÕES

Ainda em agosto, Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura do inquérito para investigar o vazamento das informações sigilosas. A decisão atendeu a um pedido feito pelo próprio TSE.

Alexandre de Moraes também determinou a remoção dos links disponibilizados por Bolsonaro com a íntegra da investigação e o afastamento do delegado da PF que era responsável por esse inquérito.


Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários