Anuncio

Auxílio Emergencial retroativo: veja se tem direito a valores de até R$ 3 mil em 2022

O crédito será depositado exclusivamente pelo Caixa Tem, não sendo necessário comparecer às agências do banco

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil; /Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal vai pagar valor retroativo referente ao Auxílio Emergencial em 2022. O dinheiro é para quem teve algum problema e que por algum motivo não recebeu o benefício no ano passado, portanto, não há novo cadastro. Para saber se tem valores a receber, basta consultar o site do Dataprev.

O público-alvo do retroativo é composto por pais chefes de famílias monoparentais, que inclusive já podem sacar o Auxílio Emergencial retroativo, em parcela única. Segundo o Governo Federal, serão creditados R$ 2,4 bilhões para cerca de 823,4 mil beneficiários.

O depósito varia de R$ 600 a R$ 3 mil, de acordo com o número de parcelas a que o beneficiário teve direito durante o pagamento do Auxílio Emergencial de que trata a Lei 13.982/2020 e o crédito será depositado exclusivamente pelo Caixa Tem, não sendo necessário comparecer às agências do banco.

A Lei 14.171/2021 alterou a Lei 13.982/2020, que estabelecia que a mulher provedora de família monoparental teria direito a duas cotas do Auxílio Emergencial. Com a nova lei, o provedor de família monoparental tem direito a duas cotas do Auxílio Emergencial, independentemente do sexo.

Como consultar o Auxílio Emergencial retroativo para pais

Para saber se tem direito ao benefício, é necessário acessar o site do Ministério da Cidadania. 

Como movimentar o Auxílio Emergencial retroativo

A conta digital movimentada pelo Caixa Tem é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil.

Pelo aplicativo, é possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code.

O beneficiário também pode pagar contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas pela opção “Pagar na Lotérica”.

Fonte: O Povo

Postar um comentário

0 Comentários