Anuncio

Spray nasal promete proteger contra todas as variantes por até oito horas

Tecnologia ainda não foi testada em humanos e pesquisadores ressaltam que ela não substitui a vacina

Foto: Nicolas Tucat

Já pensou usar um spray nasal e estar protegido contra a covid-19? Em breve talvez isso seja possível. Pesquisadores da Universidade de Helsinque, na Finlândia, desenvolveram um spray que promete proteger contra todas as variantes do coronavírus por até oito horas. O estudo, no entanto, ainda precisa ser revisado por pares. Além disso, os pesquisadores ressaltam que são necessários mais estudos e mais testes antes que o medicamento possa ser disponibilizado para a população.

De acordo com a pesquisa, os testes feitos em laboratórios e animais mostraram que a molécula TriSb92, desenvolvida pela equipe, consegue inativar a proteína Spike do coronavírus, que é usada para invadir as células, em curto prazo. A ação é imediata e pode durar por até oito horas.

Os pesquisadores ressaltam que o uso do spray seria preventivo e não substitui a vacina. A ideia é que o spray possa ser usado por pessoas com alto risco de infecção mesmo que vacinadas. "Esses tipos de moléculas que previnem infecções, ou medicamentos antivirais, não podem substituir as vacinas na proteção da população contra a doença do coronavírus", disse em comunicado o professor Kalle Saksela, que participa da pesquisa. 

Outras iniciativas

Além desse spray, outros estudos com a tecnologia estão sendo testadas na tentativa de combater o coronavírus. A Birmingham Biotech Ltd, empresa do ramo farmacêutico, desenvolveu um spray que seria capaz de desativar o vírus enquanto ele ainda está no nariz.

Vacinas em spray também estão sendo estudadas, inclusive no Brasil. O Laboratório de Imunologia do Incor está prestes a começar o teste em humanas da vacina em spray. O diretor do Instituto, Jorge Kalil, disse em outubro à CNN que a expectativa é que até o fim deste ano, a vacina esteja pronta para ser aplicada na população.

Fonte: Correio Braziliense


Postar um comentário

0 Comentários