Anuncio

NOTA OFICIAL DO GRUPO DE TRABALHO HIV/AIDS DO CARIRI

Quase 2.000 Pessoas Vivendo com HIV/AIDS sem médico!

Foto: Divulgação

Não é de hoje que visualizamos os problemas e sofrimentos que envolvem a luta diária das Pessoas Vivendo com HIV/AIDS, a sociedade não aguenta mais tamanho descaso e negligência do sistema público de saúde. Sabemos que não é preciso sentir na pele essas dores para dar um grito de apoio à vida, ao direito de existir e de ser tratado com dignidade. 

Hoje o grito é “Queremos Médico Infectologista para o Centro de Infectologia de Juazeiro do Norte”, que deve ecoar com tanta força diante de todas as questões que cercam o HIV e as outras patologias infectocontagiosas. Eles e elas precisam muito mais que isso, mas hoje é o mais urgente, o apelo por um(a) médico(a) infectologista, um ambiente digno e salubre para seu atendimento e profissionais qualificados com vínculo permanente. 

Essa falta do atendimento médico impacta diretamente no acompanhamento e tratamento de centenas de Pessoas Vivendo com HIV, Hepatites Virais e outras doenças infectocontagiosas que precisam de consultas regulares, realização de exames e dispensação de medicações. Para tudo isso, é obrigatório o seguimento com um(a) médico(a) infectologista. 

Todas as Pessoas Vivendo com HIV têm direito a tratamento gratuito, dentro do SUS, com todas as consultas, exames e medicamentos necessários. Ninguém pode ter o acesso barrado ou dificultado, porque a demora significa a vida dessas pessoas. 

Não podemos retornar a uma triste época em que o HIV era uma sentença de morte e que a AIDS era uma luta perdida. Hoje, por causa do tratamento, a imensa maioria das Pessoas Vivendo com HIV pode ter uma ótima qualidade de vida, e até ficarem com o vírus indetectável no seu sangue, não transmitindo para outras pessoas. 

Cada dia em que um diagnóstico é adiado ou um tratamento é interrompido perdemos uma batalha contra o HIV.

Em apoio a esse grito solicitamos à administração pública de Juazeiro do Norte:

Melhores condições de trabalho, salário e estabilidade de vínculo para os profissionais do Centro de Infectologia! 

Melhoramento estrutural e novos equipamentos no Centro de Infectologia!

Convocar concursados ou contratação urgente de um(a) médico(a) infectologista ou mais para suprir a demanda!

Assinam essa nota: 

- Associação Caririense Pela Diversidade E Inclusão (ACEDI)

- Fórum Caririense de combate à LGBTFOBIA e Violência de Gênero (FOCAR)

- Associação Nordestina de LGBT

- Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares - Núcleo Cariri

- Morhan - Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase

- União Brasileira de Mulheres - UBM

- Frente de Mulheres do Cariri

- Aliança Nacional LGBTI 

- Associação Brasileira de LGBT

- Rede Gay Brasil 

- Rede GayLatino 

- Grupo Dignidade

- Associação Brasileira HomoTrans Afetivas

- ADACHO Associação de Defesa, Apoio e Cidadania dos Homossexuais do Crato e Região do Cariri - LGBTQIA+

- Rede Cidadãs positivas de mulheres com HIV/AIDS do Ceará 

- RNP – Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS

- Fórum de ONGs AIDS

- Mais Diversidade Barbalha

-  Pastoral da AIDS

- Associação Carirense de Luta contra AIDS

- ABEMAVI – Associação Beneficente Madre Maria Villac

Juazeiro do norte, 23 de fevereiro de 2022 

Postar um comentário

0 Comentários