Anuncio

Câmara de Juazeiro volta a ser palco de escândalo: eleição da mesa diretora poderá acontecer de forma fraudulenta, diz vereadores


Projeto de emenda a lei orgânica foi lido na sessão ordinária deste 03 de Maio, de 2022. A eleição da mesa diretora foi proposta por a vereadora Yanny Brena(PL), e assinada por mais 12 vereadores.

Imagem: Reprodução/ Redes Sociais 

Agência Caririensi

Os vereadores Davi Araújo(PTB), Janu(REPU), e Rafael Cearense(PODE), disseram em plenário que essa emenda a lei orgânica estava acontecendo de forma errada e que existia diversas fraudes na condução desse processo;

Republicanos sem representação na reunião de colégio de líderes
Conforme o regimento, fica obrigatório que todo partido tenha um representante do partido participando da reunião, para deliberar à comissão especial;

Diretoria da câmara não disponibilizou gravações do colegiado de líderes
O vereador Janu(REPU), pediu diversas em forma de requerimento escritos e verbais que fossem disponibilizadas às gravações da reunião do colegiado, que conforme o vereador continha falhas no processo da escolha de comissão;

Relator da comissão da CCJ não concluiu o parecer do relatório
O vereador Davi Araújo(PTB), que é o relator da comissão de constituição e justiça, solicitou assessoria jurídica para avaliar o relatório da emenda a lei orgânica;

Parecer é judicializado por vereador
O vereador Davi Araújo(PTB), alega que judicializou a emenda a lei orgânica, por não ter tido apresentado o relatório da comissão.

Ainda sobre esse projeto a lei orgânica do regimento, que  foi aprovado em plenário, vereadores dizem que assinaturas são xerox, e que o processo para aprovação foi fraudado para beneficiar chapa que disputará eleição da mesa diretor.

Entenda o projeto:
A vereadora Yanny Brena(PL) com mais 12 vereadores assinaram um projeto a lei orgânica ao regimento da câmara municipal de Juazeiro do Norte, o projeto contém assinaturas de dois vereadores que foram afastados, e que conforme os vereadores, se tornam inválidas, a vereadora Rosane Macêdo(CIDADANIA), retirou seu nome do projeto, e mesmo assim foi dada entrada nas comissões, sem uma nova reunião do colégio de lideres, acusam vereadores em mais uma ilegalidade do projeto.

A eleição da mesa diretora que foi aprovado em plenário ficou marcada para segunda-feira, 09, as 19:00 na sede da câmara municipal de Juazeiro, na rua do Cruzeiro.

    Imagem: Reprodução/Arquivo CMJN

Postar um comentário

0 Comentários