Anuncio

Concurso para Polícia Militar é anunciado com mil vagas no Ceará

O novo concurso foi divulgado porque as 3 mil vagas ofertadas anteriormente não foram preenchidas.

Imagem: Reprodução/ Redes Sociais 

Um novo concurso para a Polícia Militar do Ceará com mil vagas foi anunciado nesta quinta-feira (19) pela governadora Izolda Cela. Ela aproveitou para informar que os aprovados do último certame foram convocados oficialmente na publicação do Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira.
O novo concurso foi divulgado porque as 3 mil vagas ofertadas anteriormente não foram preenchidas. Segundo Izolda, o certame anterior teve 2.463 aprovados. Com isto, a chefe do Executivo estadual decidiu lançar um novo edital com mil vagas.

O concurso anterior foi realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foram 86.511 inscritos sendo 20.254 para o cargo de soldado policial militar feminino e 66.257 candidatos do sexo masculino. As provas foram realizadas em 7 de novembro. O salário é de R$ 4.192, 72.
Já com relação aos aprovados, Izolda garantiu que eles chegam à etapa de preparação já contratados como profissionais de segurança. "Vão ser chamados imediatamente, já determinei ao secretário e ao comandante, para que todos os procedimentos necessários sejam feitos com a brevidade possível para que eles possam logo estar na academia de formação dos profissionais cumprindo a etapa de formação", disse a governadora.

A governadora anunciou também que, em breve, o estado deve ter um reforço de novos inspetores e escrivães. "Nós temos a previsão que por volta do dia 10 de junho, eles estejam concluindo a etapa de preparação para entrar em serviço em torno de 560 profissionais da Polícia Civil, que vão reforçar e fortalecer o trabalho nas delegacias de todo o Ceará", comentou Izolda.
O anúncio foi feito um dia após a morte de dois agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Fortaleza. As vítimas foram assassinadas por um homem em situação de rua, que conseguiu retirar a arma de um deles. O homem também foi morto, logo após o crime.

Reprodução: G1 Ceará

Postar um comentário

0 Comentários