Anuncio

Desembargador cearense Haroldo Máximo morre aos 72 anos

O magistrado foi presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará. A morte foi confirmada na tarde desta terça-feira (17).


Imagem: Reprodução/Redes Sociais

O desembargador cearense Haroldo Correia de Oliveira Máximo morreu em Fortaleza na tarde desta terça-feira (17), aos 72 anos. Haroldo já foi presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) no biênio 2019-2021. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) decretou luto oficial de três dias em razão do falecimento do magistrado.

Em uma publicação nas redes sociais, a governadora do estado Izolda Cela (PDT) lamentou a morte do desembargador e enviou condolência aos familiares dele.

"Recebi com muito pesar a notícia da morte do desembargador e ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), Haroldo Máximo. Ele esteve a frente do órgão entre 2019 e 2021, além de ter sido titular de diversas comarcas no interior. Que Deus conforte a família e os amigos", escreveu.

O voto de pesar também foi compartilhado pela presidente do Tribunal, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira.

“A magistratura cearense está de luto com a passagem do desembargador Haroldo Máximo. Grande magistrado, homem probo, reto. Foi corregedor, vice e presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará. Na Justiça estadual foi coordenador da Esmec, diretor da Associação de Magistrados e primeiro presidente da Comissão Nacional de Penas Alternativas. Por onde passou, deixou um legado de conduta ética, moral e profissional exemplar”, afirmou.

O velório acontece a partir das 23h desta terça, na Funerária Ternura, localizada na Rua Padre Valdevino, 2255, Aldeota. Já a missa de corpo presente, é realizada nesta quarta-feira (18), às 14h, no mesmo local, e o sepultamento às 16h.

Trajetória
Haroldo Correia de Oliveira Máximo nasceu em Farias Brito, no dia 5 de novembro de 1949. A carreira na magistratura teve início em janeiro de 1981, quando foi nomeado juiz substituto da Comarca de Jardim. No interior do Estado, o magistrado ainda atuou em Brejo Santo e Juazeiro do Norte.

Formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Haroldo era professor aposentado da Universidade Regional do Cariri (Urca) e também era Bacharel em Administração pela Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Reprodução: G1 Ceará

Postar um comentário

0 Comentários