Anuncio

Médico anestesista é preso após estuprar grávida durante cesariana no RJ

O crime ocorreu no Hospital da Mulher, na madrugada desta segunda-feira (11), e o nome do estuprador é Giovanni Quintella Bezerra

Imagens: Reprodução/ Redes Sociais 

Na madrugada desta segunda-feira (11), o médico anestesista em formação Giovanni Quintella Bezerra foi preso em flagrante, pela Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti, por praticar estupro de vulnerável em uma mulher grávida durante cesárea no Hospital da Mulher, em Vilar dos Teles, em São João de Meriti (RJ).

A equipe médica, que já havia desconfiado em outras duas ocasiões do comportamento do anestesista, decidiu colocar um celular dentro de um armário com porta de vidro para filmar o homem. “Essa equipe vinha suspeitando dos procedimentos que o médico vinha adotando em outras cirurgias. Principalmente a sedação desnecessária e a tentativa de dificultar a visão de outros médicos de uma parte do corpo da vítima, onde ele atuava, do pescoço para cima. Ele usava uma roupa muito grande e comprida que também não era muito comum usar e sempre usava essa sedação que a equipe avaliava como desnecessária e começou a suspeitar dele”, explicou Bárbara Lomba, delegada responsável pela prisão.

O crime ocorreu durante uma cirurgia cesariana, enquanto a equipe médica encarregada do parto realizava o procedimento do outro lado do lençol branco. O estupro durou cerca de 10 minutos, com Giovanni Quintella Bezerra introduzido o pênis na boca da vítima, que havia recebido sedativo em excesso. Por razões óbvias, o vídeo do flagrante não será aqui compartilhado.

Reprodução: Capricho

Postar um comentário

0 Comentários